Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


POEMA DE MÁRIO CESARINY

Quinta-feira, 06.11.08

 

 

 

 

   poema
 
Em todas as ruas te encontro
em todas as ruas te perco
conheço tão bem o teu corpo
sonhei tanto a tua figura
que é de olhos fechados que eu ando
a limitar a tua altura
e bebo a água e sorvo o ar
que te atravessou a cintura
tanto    tão perto   tão real
que o meu corpo se transfigura
e toca o seu próprio elemento
num corpo que já não é seu
num rio que desapareceu
onde um braço teu me procura
 
Em todas as ruas te encontro
em todas as ruas te perco
 
 
                   Mário Cesariny
 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por teresworld às 18:32





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Junho 2017

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930