Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



OLHAR

Terça-feira, 17.07.07

 

 

 

Quando te conheci apresentavas-te

Calmo, sereno, talvez inibido

O teu olhar longuínquo, sem ponto fixo

Curiosamente alertou-me, e então senti-me

envolvida por esse olhar que não me olhava

Procurei-o incessantemente, dia após dia

mês após mês, e cada vez mais se parecia

Com um olhar que desconhecia

Procurei-o infatigavelmente

Segui teimosamente o rasto do teu olhar

Por fim encontrei-o

Era triste e só esse teu olhar

Procuravas-te...

Encontrei-o num desses raros momentos

Em que desvias-te o olhar para parar

Choraste de encontro ao meu olhar

E contigo chorei por te ver chorar

Foram momentos fecundos

Em que gotas d'água germinaram

Fecundaram

Fundiram-se num pequeno mar...

Quantas lágrimas mais iremos chorar?....

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por teresworld às 10:18





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Julho 2007

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031





comentários recentes

  • Anónimo

    Amigo Fernando FernandesDepois do pequeno comentar...

  • Anónimo

    Livraria Leitura traz-me á memoria o meu grande am...

  • Emanuela

    Simples e belo! As pessoas tem se esquecido de ser...

  • Emanuela

    Prazer em rever-te Teres. Linda postagem!

  • Margarida

    Adorei :-)***Um poema muito triste ....mas muito s...

  • allungare il pene

    Este texto bonito. escrever é uma terapia natural ...

  • allungamento

    Este texto bonito. escrever é uma terapia natural ...

  • jhennifer de oliveira dumas

    Eu adorei esse livro,já li ele inteirinho,é muito ...

  • natalia

    achei interessantissimo adorei este livro foi o me...

  • Lucília Galha

    Olá TeresaPeço desculpa pela insistência. Enviei-l...




subscrever feeds