Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



ESCOMBROS

Terça-feira, 19.06.07

Escombros

 

 

Escombros arrastam-me para a morte

Como se um poço de pó branco

Me engolisse

 

Sinto-me a afogar

Fico sem ar

 

Mergulho entre estilhaços

Esbracejo entre o lixo

 

 

Morro…

Morro entre corpos mortos

Que não conheço

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por teresworld às 10:08


3 comentários

De Emanuela a 19.06.2007 às 19:57

Esta tem sido a dura realidade de tantas pessoas, em tantas partes do mundo... Que dor! Poesia linda e triste! Um abraço.

De V.A.D. a 19.06.2007 às 22:06

Imagem de uma grande intensidade dramática, palavras plenas daquele terrível sentimento de impotência, que se manifesta quando parece não ser mais possível lutar...
Vim aqui, gostei da profundidade da escrita, voltarei...

Cumprimentos.

De Emanuela a 20.06.2007 às 03:41

Voltei amiga. Deixei um mimo para ti no meu blog.Passa lá. Beijos!

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Junho 2007

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930





comentários recentes

  • Anónimo

    Amigo Fernando FernandesDepois do pequeno comentar...

  • Anónimo

    Livraria Leitura traz-me á memoria o meu grande am...

  • Emanuela

    Simples e belo! As pessoas tem se esquecido de ser...

  • Emanuela

    Prazer em rever-te Teres. Linda postagem!

  • Margarida

    Adorei :-)***Um poema muito triste ....mas muito s...

  • allungare il pene

    Este texto bonito. escrever é uma terapia natural ...

  • allungamento

    Este texto bonito. escrever é uma terapia natural ...

  • jhennifer de oliveira dumas

    Eu adorei esse livro,já li ele inteirinho,é muito ...

  • natalia

    achei interessantissimo adorei este livro foi o me...

  • Lucília Galha

    Olá TeresaPeço desculpa pela insistência. Enviei-l...