Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



ALBANO MARTINS

Terça-feira, 15.09.09

 

Como quem

 

no silêncio concebe

 

o espaço

 

para um filho

 

 

- assim te vejo, assim

 

te quero

 

e louvo

 

e invoco

 

e te perfilho

 

 

Albano Martins

 

 

      

 

 

 


 

  

 

 

Pequenas coisas
 
Falar do trigo e não dizer
o joio. Percorrer
em voo raso os campos
sem pousar
os pés no chão. Abrir
um fruto e sentir
no ar o cheiro
a alfazema. Pequenas coisas,
dirás, que nada
significam perante
esta outra, maior: dizer
o indizível. Ou esta:
entrar sem bússola
na floresta e não perder
o rumo. Ou essa outra, maior
que todas e cujo
nome por precaução
omites. Que é preciso,
às vezes,
não acordar o silêncio. 



Albano Martins
Escrito a vermelho
Campo das Letras
1999
1ª edição

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por teresworld às 10:39


1 comentário

De allungare il pene a 05.10.2010 às 16:19

Este texto bonito. escrever é uma terapia natural que nos ajuda não só para lançar luz sobre os problemas, mas também para superar

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2009

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930





comentários recentes