Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



ABISMO

Segunda-feira, 25.06.07

                    

 

 

Algum tempo passou sem que te pudesse

(d)escrever a minha vivência

Por certo que atentamente observas,

assim como espero, sintas o que eu sinto.

 

Por certo sentiste o abandono,

o buraco negro e sem fundo

com que atingiram o meu e o teu pobre coração.

Cai nesse abismo como tantas vezes aconteceu

nos meus sonhos de criança

e assustada acordava.

Cai ferida como um pássaro de asa partida.

Perdida abandonada despida desequilibrada

Perdida de ti perdida de mim

Como uma criança na feira popular

Busco entre rostos e rostos estranhos sem te encontrar

Abandonada

Completamente abandonada

Despida

Nua de vestes ornamentadas de nada

Desequilibrada

Choques eléctricos bailaram na minha mente

Deixando de sentir o meu sentir 

Vazia de sentimentos

 

Na busca incessante do fim

Do fim do abismo encontrei

Encontrei-me a mim…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por teresworld às 11:56





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Junho 2007

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930





comentários recentes